Sobre tendinite e respeitar seus limites

Quando comecei a sentir dores, achei que não era nada demais, até que elas pioraram e decidi ir no médico. No primeiro momento era só uma inflamação na mão, mas o melhor seria se eu procurasse o médico especialista para saber mais sobre a dor caso não passasse com os remédios receitados. Como a dor já era um tanto quanto intensa, o médico decidiu me encaminhar para o ortopedista, foi aí que na consulta descobri que a causa da dor é tendinite.

Tendinitis-500x325

É grave? No meu caso, acredito que não seja, mas é uma dor que tem dias que dá para chorar com certeza! Decidi dividir com vocês porque todas as vezes que sinto dores eu penso que deveria ter ido no médico antes, logo quando sentia menos.

A tendinite é a inflamação dos tendões, no meu caso é na mão direita, por sinal a que eu mais uso, e afetou muito o meu dedão, quando digo muito, é muito mesmo, a dor parece que vem diretamente dali e vai se espalhando. Mas continuando, a inflamação pode ocorrer em qualquer tendão do corpo, porém é mais frequente em ombro, cotovelo, punho, mão, quadril, joelho e tornozelo.

No meu caso, os sintomas foram as dores localizadas no dedão que por diversas vezes se tornavam dores agudas no local, e as dores pioram ainda mais ao realizar movimentos com a mão direita.

De uma forma geral, os sintomas da tendinite são esses que eu senti: dores localizadas, dores agudas, dificuldade de realizar movimentos com a área afetada, seja segurar um copo se for na mão, seja caminhar se for no pé ou tornozelo, seja sentar ou deitar caso a tendinite seja no quadril, e assim vai.

O importante é não deixar de ir no médico e tentar seguir rigorosamente o que ele passar. O tratamento na maioria das vezes é feito através de remédios receitados pelo seu médico, bolsas de gelo de 3 ha 4 vezes por dia, durante 20 minutos e fisioterapia.

Porém cada caso é um caso, no meu, eu não uso a bolsa de gelo e sim a água morna, pois sempre quando o tempo esfria ou quando minha mão fica gelada eu sinto muita dor, por isso meu tratamento é com bolsas de água quente\morna. Faço fisioterapia de duas a três vezes por semana, e uso uma tala que imobiliza meu dedão, pois é a área mais afetada. Como comecei agora o tratamento, eu uso a tala quase sempre, pelo menos agora no começo, mas depois é só quando estiver com dores.

Além das palavras do médico, eu também fui pesquisar, se a tendinite teria cura.

“A tendinite tem cura, mas para alcançá-la é muito importante deixar de realizar a atividade que a provocou ou qualquer outro esforço com o membro afetado, para dar tempo para o tendão recuperar-se. Se esta medida não for cumprida, é pouco provável que a tendinite seja completamente curada, podendo gerar uma lesão crônica chamada de tendinose, onde há um comprometimento mais grave do tendão, que pode até mesmo levar à sua ruptura.’’ Fonte (http://www.tuasaude.com/sintomas-de-tendinite/)

Sinceramente no meu caso, que trabalho com digitação, é muito difícil que eu tenha a cura da tendinite, porém acho que tentar conciliar pode ajudar um pouco a não sentir tanta dor, é o que tenho feito. Diminui a digitação, tento não digitar quando estou com dor, apesar de algumas vezes ser inevitável e repouso o máximo que posso, evito celular, e computador quando estou em casa.

Acho que é isso, tem coisas que vem para mostrar que não dá para ser o melhor em tudo, se “matar” por algo. Hoje entendo que posso ser boa fazendo um pouco menos, apesar de sentir falta de quando eu fazia mais, que tenho meus limites. Porém a saúde é o nosso único bem que se não cuidarmos ninguém cuida por nós. Então mantenha seus exames sempre em dia, e se sentir dor, incomodo estranho recorra sim a um médico, qualquer coisa desde a simples até a mais grave, quanto mais precoce for descoberto, mais eficaz o tratamento e a cura.

 

Beijinho, vou repousar essa mãozinha agora!