Tendencia: os conjuntinhos estao de volta!

Diretamente do guarda-roupa dos anos 80/90, os conjuntinhos voltaram com tudo e prometem ser a tendência forte da estação. A história dos conjuntos, entretanto, é mais antiga, e datam lá do século XII, onde eram usados como trajes de equitação para as mulheres, e eram feitos de tecidos bem grossos. Logo, por isso, eram chamados de tailleurs, que significam alfaiate em francês, pois eram os homens quem confeccionavam essas roupas. Mais tarde, no século XX, a estilista Coco Chanel popularizou o modelo ao transformar o tailleur num modelo mais confortável, com tecidos mais leves e saias mais curtas, onde a saia combinava com blazer, seja no tecido, seja na estampa. Entretanto, o ápice dos conjuntos foi nos anos 80 e 90, por isso, sua mãe ou até mesmo você deve ter usado um conjunto desses.

E agora, nas passarelas de 2012, os conjuntos voltaram com tudo nos desfiles de grifes importantes como Stella McCartney, Jil Sander, Dolce & Gabbana, Prada, Cacharel e Balmain, e já começam a colorir os guarda-roupas das celebridades e das fashionistas. E aparecem em muito mais versões do que somente a combinação saia e blazer. Os conjuntinhos do verão 2012/2013 podem ser de shorts, calças, leggings, e vários tecidos e estampas. Inclusive, uma grande surpresa são os conjuntos em paetê, ótimos para arrasar e ser chique na balada! E as antenadas podem ousar nas cores e nas estampas, pois os conjuntinhos atuais fogem da sobriedade e do minimalismo dos anos 90.

A dica para quebrar a sobriedade dos conjuntos, é ousar em outras peças, do tipo, uma t-shirt divertida, um colar mais chamativo, ou um sapato. Ou então, deixe toda atenção para o conjunto, usando estampas ou cores chamativas, e deixe o restante da produção mais sóbrio. Como os conjuntos em si, são mais elegantes, podem ser usados em ocasiões mais formais, sem perder o toque criativo e moderno.

Abaixo, algumas combinações que podem ser feitas.

Nas passarelas brasileiras – desfile da Maria Bonita Extra:


 E aí, vamos combinar?

Ana Paula de Almeida

24 anos, jornalista, apaixonada por moda, redes sociais, Netflix e playlists do Spotify. Caipira morando na cidade grande e que ainda pega ônibus errado